The cook

São Paulo
Planner, se é que isso diz alguma coisa...

quinta-feira, 16 de agosto de 2007

YesButNoButYesButNo No No No!!!!!!


Você já deve ter visto a última campanha do Estadão, que ataca frontalmente os blogs.

Se não viu, clique aqui, aqui ou aqui.

Ela causou uma enorme polêmica na blogosfera, deixando grande parte dos blogueiros ensandecidos com o tradicional jornal paulista.

Resumindo a história: jornais impressos como o Estadão estão perdendo mercado para outras fontes de informação, como os blogs. Diante desse cenário, o Estadão colocou no ar uma campanha - criada pela Talent - que detona a credibilidade dos blogs, apresentando os blogueiros como meros amadores sem capacidade para munir as pessoas de informações confiáveis. Aí já viu... o circo está armado.

Mas apesar de eu também achar que o Estadão errou feio, generalizando a questão e não considerando a verdadeira função dos blogs no contexto da atual sociedade, não vou ser mais um a entrar nesse mérito. Quero apresentar aqui um outro lado da moeda, ou melhor, do cubo.

Creio que esse episódio deveria servir para estimular a reflexão de toda a blogosfera. Assim como muitos blogs defenderam, temos um papel muito importante na disseminação do conhecimento. Muitas pessoas hoje em dia têm os blogs como principal fonte de informação, e muitas vezes nem param para pensar se o que estão lendo é realmente verdadeiro. Enfim, a maioria das pessoas não "perde tempo" checando a veracidade dos fatos que lhes são apresentados. Portanto cabe a nós, blogueiros, garantir que eles sejam verossímeis.

"Tá, eu já sabia disso", muitos vão afirmar. Mas ao visitar o blog YesButNoButYes, que se auto-entitula o maior blog de cultura pop do planeta, eu percebi que a coisa não é bem assim. Lá eu me deparei com um post que continha o seguinte vídeo, com o qual eu já havia tido contato:



Abaixo do vídeo, os seguintes dizeres completavam o post: "This is labeled as a bra ad from Argentina, but it could very well be an ad for implants. I don’t speak much Portuguese, and the subtitles aren't helpful. But they are funny!"

Traduzindo: o autor afirma que esse é um comercial argentino de sutiã, mas que poderia muito bem ser um comercial de implante de silicone. Para piorar, ele diz que não fala muito bem português, e por isso não entendeu muito bem o vídeo!!!!! Mas para que saber português se o comercial é, de acordo com ele, argentino?

Na verdade o vídeo é uma paródia do aclamado comercial brasileiro "O primeiro sutiã", da Valisere (criação de Washington Olivetto). O objetivo do filme é divulgar o festival El Ojo de Iberoamerica 2007, que discutirá questões como "O segredo então é filmar tudo de um jeito argentino?". Isso porque os comerciais argentinos são mundialmente reconhecidos devido ao seu estilo próprio de filmagem, que já rendeu inúmeros prêmios em festivais ao redor do mundo (enquanto a publicidade televisiva brasileira amarga uma sensível queda de qualidade). Nada de comercial de sutiã ou implantes de silicone...

Ou seja, quem leu esse post acabou recebendo uma informação totalmente deturpada, e muito provavelmente nunca ficará sabendo disso.

Por isso, vamos checar com muito cuidado nossas fontes de informação e fazer o possível para manter o (bom) nível daquilo que escrevemos, caso contrário estaremos dando margens para campanhas como essa que o Estadão acaba de colocar no ar.


* Vitamina de mamão com banana *

Um comentário:

ADivertido disse...

Fala Gustavo, blza???

Vc tem e-mail ou msn???

Abraços!!!

Gabriel Jacob
www.adivertido.blogspot.com